April 22, 2020

Please reload

Posts Recentes

Cresce a frota de Cruzeiros Australis: no dia 02 de janeiro de 2018, o Ventus Australis realiza a sua estreia pelos canais da Patagônia

January 5, 2018

1/6
Please reload

Posts Em Destaque

Como “chegou” o Moai?

January 4, 2017

 

O que mais intriga cientistas e os visitantes da Ilha de Páscoa talvez seja: como essas estátuas imensas e pesadíssimas foram parar onde estão? Para ter uma ideia, como dito acima, a média de altura da maioria das estátuas é de quatro metros, mas existe uma, que tem quase dez metros e pesa 82 toneladas!

Imagine mover todos esses monumentos com os poucos recursos dos tempos antigos — estima-se que a ilha tenha tido a primeira ocupação humana antes do ano 900.

 

Para tentar reproduzir o que pode ter acontecido naquelas épocas, alguns pesquisadores (no início dos anos 1980) fizeram réplicas das estátuas e tentaram as mover usando apenas ferramentas que poderia existir a disposição no passado. Com isso, eles concluíram que esse trabalho era praticamente impossível de ser feito.

 

Em 1987, o arqueólogo americano Charles Love conseguiu mover uma réplica de 10 toneladas. Como ele fez isso? Colocando-a em um tipo de “veículo” improvisado composto por dois trenós. Então, ele e mais 25 homens conseguiram arrastar a estátua por 46 metros em apenas dois minutos.

Dez anos após esse feito, o engenheiro checo Pavel Pavel e o aventureiro norueguês Thor Heyerdahl também construíram uma réplica e amarram uma corda em torno da sua base. Depois, com a ajuda de mais 16 pessoas, eles conseguiram mover a estátua balançando-a de um lado para o outro.

 

O método foi confirmado mais tarde pelos americanos Terry Hunt e Carl Lipo, que também utilizaram as cordas e movimentaram as estátuas de forma que parecia um “andar”. Sua equipe conseguiu mover uma réplica desta maneira por 100 metros. Eles também argumentam que isso explica um folclore Rapa Nui, que narra que as estátuas caminhavam, pois eram animadas por magia.

 

 

 

Estranhas comparações

 

Em 2012, o professor de Ciências Naturais, Robert M. Schoch, afirmou em uma teoria (rotulada como maluca) que o sistema de escrita da Ilha de Páscoa teria, na verdade, 10 mil anos a mais do que popularmente se acredita. Essa afirmação também poderia supor que a própria ilha foi habitada muito antes do que se pensava inicialmente. 

 

Robert chegou a essa conclusão depois de explorar Gobekli Tepe, um conjunto de pedras antigas na Turquia que acredita-se ter sido erguida há 12 mil anos. De acordo com o List Verse, o lugar não tem qualquer evidência de habitação ou agricultura, indicando que ele pode ter sido construído unicamente com a finalidade de manter cerimônias e rituais.

 

Segundo o professor, as pedras de Gobekli Tepe e as estátuas moai da Ilha de Páscoa são quase as mesmas, por causa de semelhanças no estilo das figuras.

 

Ele simplesmente desconsidera os 12 mil anos de diferença entre os dois lugares antigos e ignora também que as cabeças da Ilha de Páscoa são grandes, enquanto as figuras turcas são finas e não têm cabeças percebíveis. De acordo com os estudiosos da Ilha, as afirmações do professor não têm fundamento.

 

Ficou curioso para conhecer toda essa história de pertinho?! Venha conhecer a ilha de pascoa com a ajuda do Hotel Hanga Roa Eco village Spa, aonde você irá viver uma experiência única.

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga
Procurar por tags
Please reload

Arquivo
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

Telefone. +55 11 3263 - 0112

WhatsApp. +55 11 9 9777-6776 

suporte@joaoaraujopromocao.com.br

Av. Paulista, 1159 - sala 607 São Paulo, SP

CEP: 01311-921

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now